Cetamina

Artigo de revisão: descoberta dos efeitos antidepressivos da cetamina é uma revolução

A descoberta dos efeitos antidepressivos rápidos da cetamina em pacientes com depressão refratária estimulou a criação de novos protocolos eficazes para tratar transtornos de humor. A descoberta não só forneceu uma nova visão sobre a neurobiologia dos transtornos de humor, como também revelou mecanismos fundamentais de plasticidade sináptica que estão subjacentes ao seu tratamento.

Em julho, John H. Krystal, da Universidade Yale, pioneiro nas pesquisas com cetamina, e os pesquisadores Ege Kavalali e Lisa Monteggia, da Universidade Vanderbilt, publicaram uma revisão completa sobre o tema no periódico Neuropsychopharmacology.

No trabalho, são abordados os aspectos clínicos centrais do uso da cetamina como um antidepressivo de ação rápida, os mecanismos sinápticos e de circuito subjacentes à sua eficácia, e como essas novas perspectivas na prática clínica e na compreensão da biologia sináptica estabelecem um caminho para futuras pesquisas que visam aprimorar abordagens terapêuticas mais eficazes para transtornos neuropsiquiátricos.

O artigo ilustra que estudos destinados a abordar o mecanismo de ação da cetamina construíram uma ponte direta entre os mecanismos básicos de sinalização sináptica e a prática clínica. “A fim de aproveitar plenamente o potencial emergente da neurotransmissão rápida em neuroterapias, será fundamental descobrir novas terapêuticas para atingir a neurotransmissão rápida que não prejudiquem a sua função fundamental no processamento sensorial, bem como nos processos de aprendizagem e memória”, escreveram os autores, lembrando que, para este propósito, é essencial explorar vias paralelas de sinalização realizadas por formas distintas de neurotransmissão rápida, bem como descobrir múltiplos mecanismos de sinalização que coexistem dentro de sinapses únicas em nanoescala.

Leia o trabalho completo publicado na Neuropsychopharmacology.

Imagem: Gerd Altmann/ Pixabay

Posts relacionados

Cetamina

UOL VivaBem: “Após testar 20 remédios, ela tratou depressão com spray nasal de R$ 2.000”

O VivaBem do UOL retratou a história de pessoas diagnosticadas com depressão grave que fazem tratamento com escetamina também conhecida como Spravato — uma variação comercial […]

Cetamina

Cetamina como antidepressivo: benefícios e riscos, na ‘National Geographic’

A diretora artística Renee Thomas, de 45 anos, poderia nem estar viva se não fosse pela cetamina. Durante 25 anos, ela enfrentou crises tão profundas de […]

Cetamina

Cetamina: por que é importante usar com acompanhamento médico

Embora originalmente desenvolvida como anestésico, na década de 1960, a cetamina ganhou popularidade como substância de uso social (ou recreativo), devido às suas propriedades dissociativas e […]

MARCAR sua triagem

marque sua triagem sem custo

Calendar is loading...
Powered by Booking Calendar





Abrir bate-papo
Olá! Podemos ajudá-lo?